Por que você se batiza?

Os que o interrogavam eram do partido dos fariseus, mas tinham sua própria pergunta: “Se você não é o Messias, nem Elias nem o Profeta, por que você batiza?”. João respondeu: “Eu batizo apenas com água. Uma pessoa que vocês não conhecem já está entre nós. Ele vem depois de mim, mas é muito mais importante. Na verdade, não sou digno nem de carregar a sua mala”. Essa conversa aconteceu em Betânia, do outro lado do Jordão, onde João estava batizando. (João 1.24-28)

O ministério de batismo de João concentrou-se em nossa maior deficiência (pecado) e na maior promessa de Deus (perdão). Mas, mesmo enquanto batizava, ele deixava claro que o batismo era apenas uma linguagem de sinais – logo eles veriam e ouviriam as palavras reais e ações autênticas para as quais seu ministério era um simples prelúdio. Por que a referência a Elias nas perguntas?

Nunca permitas, Senhor Jesus Cristo, que eu fique tão interessado no que os outros fazem em teu nome a ponto de deixar de ver tua própria presença; nunca permitas que eu fique tão envolvido com perguntas e respostas a ponto de não conseguir ouvi-lo falar comigo pessoalmente. Amém.

>> Retirado de Um Ano com Jesus [Eugene H. Peterson]. Editora Ultimato.

Deixe um comentário