Caminhos na vida!

Respondeu Jesus: Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai, a não ser por mim. (João 14.6)

“Eu sou o caminho”. Você precisa aprender o que essa declaração tão significativa de Cristo significa. Não pense em um caminho por onde você caminha com os seus próprios pés. Em vez disso, pense em um caminho por onde você viaja pela fé – uma fé que se agarra somente ao Senhor Jesus Cristo.

Existem várias maneiras de andar e perambular pela vida. Primeiramente, há muitas estradas e trilhos para andar fisicamente de um lugar para outro, como fazem as vacas e os cavalos. As Escrituras nada ensinam sobre esses caminhos. Mas há outros tipos de caminhos nesta vida. Um segundo tipo de vereda pertence à vida cotidiana. Nessa vereda, nós levamos uma vida boa e moral diante do mundo e procuramos preservar o governo, a paz, a honra e a ordem. Viver assim traz posses e respeito. Os filósofos têm nos dado bons princípios e os governantes, várias leis para nos orientar nesse caminho. Mas esses dois tipos de caminhos ainda são limitados a esta vida, que está passando.

Acima de todos esses caminhos, ainda há outro, sobre o qual as Escrituras e Cristo falam aqui. Essa terceira trajetória é o caminho para ir desta vida para a próxima. Para essa jornada, necessitamos de uma estrada muito diferente. Aqui Cristo está dizendo: “Quando você chegar a mim com fé, estará no caminho certo. Esse caminho é confiável e não o enganará”.

>> Retirado de Somente a Fé – Um Ano com Lutero. Editora Ultimato.

Deixe um comentário